BRASILEIRO DE ENDURO FIM

Foto
Crédito: Rogério Leite/Dines Zamai

No Kartodromo Internacional Beto Carrero, ao lado do maior parque temático do Brasil o Campeonato Brasileiro de Enduro recomeçou com muita diversão excelente estrutura!

retorno das provas de Enduro não poderia ser melhor, com extremo cuidado relativos ao Covid-19 Penha realizou uma prova, muito bem feita, simples, com especiais simplesmente inesquecíveis e muita diversão para todos. 

 

Texto: divulgação 

Fotos: Rogério Leite / Dines Zamai 

 

Penha (SC) – A cidade exala turismo e diversão, e como todo estado de Santa Cataria e partes do Brasil está retomando gradativamente as atividades. A caravana do enduro ancorou no Katodromo Internacional Beto Carreiro ao lado do parque temático, que nos acolheu e ofereceu toda infra estrutura para os pilotos e equipes. Respeitando rigorosamente todos os protocolos relativos a Covid-19, 100% dos envolvidos na prova foram testados, e todos os procedimentos sanitários foram feitos e rigorosamente fiscalizados, minimizando ao máximo os riscos relativos a pandemia. Sem esquecer é claro dos cuidados habituais, com a parte técnica, segurança, e o transito, mesmo com restrições ao publico foi constatado recordes de acessos nas mídias sociais do campeonatodos pilotos equipes, que mantiveram os fieis fãs informados on-line. 

 

Após um longo período de mais de 180 dias de intervalo, as expectativas eram muitas, pois os pilotos fizeram seu isolamento sem de desleixar com os treinamentos, portanto a disputa voltou ao ponto inicial. A grande surpresa foi a ausência os atual líder, que defende o seu titulo nacional, Bruno Crivilin (1 – Honda Racing), que face ao momento optou em permanecer na Europa onde disputara o Campeonato Mundial, pois as idas e vindas das viagens internacionais ainda tem restrições. O piloto e sua equipe optaram em usar o regulamento e descartar esta etapa. Isto deu ainda mais motivação aos outros pilotos que protagonizaram uma das mais acirradas disputas dos últimos tempos. Gabriel Soares (#7 – Honda Racing) se deu bem, vencendo os 2 dias, superou no sábado o rival Rômulo Bottrel (#22 – KTM) por 10 segundos e no domingo venceu Patrick Capila (#33  Edgers Factory Team) por 17 segundos. As disputas foram segundo a segundo, entre os 5 primeiros da Enduro GP a diferença foi menos de 1 minuto, no tempo total, cada especial foi comemorada como uma vitoria, realmente eletrizante. 

 

O cenário, foi o melhor, o clima colaborou e as especial diversificadas, a principal ao lado do Padock, a Honda, em um terreno plano, usou um pequena parte da pista de MotoCross, na seqüência uma das especiais mais bonitas já realizadas, no parque do Marisco a Especial Geração Yamaha, foi o cenário para fotografias inesquecíveis, fechando com a especial Pro Tork que foi montada em uma pedreira abandonada também muito bonita e desafiadora.... o Diretor de Prova Andre Alcântara ressalta: “Foi um grande desafio e também grande alegria em voltar a realizar uma etapa do Brasileiro, recebemos um feedback muito positivo de pilotos e equipes, isto nos motiva a trabalhar e melhorar ainda mais para o futuro, como preparar um deslocamento mais elaborado com mais trilhas. Tivemos todos respaldo da forças de segurança do estado, apoio da prefeitura municipal, assim na pode ser de outra forma a intenção e colocar Penha como etapa tradicional do calendário nacional. 

 

Enduro GP 

1º – Gabriel Soares (#7 - Honda Racing) - 50 pontos 

2º – Patrik Capila (#33 - Edgers Factory Team) – 40 pontos 

3º - Vinicius Calafati (#32 - Honda Racing) – 40 pontos 

4º – Rômulo Bottrel (#22 - KTM) – 40 pontos 

5º – Loandro Anton (#133 - KTM) - 32 pontos 

 

E1 

1º - Loandro Anton (#133 – KTM) – 50 pontos 

2º - Luciano Henrique Vasconcelos 210 (#210Equipe Q4) – 44 pontos 

3º - Gian Taffarel (#262) - 40 pontos 

4º - Fernando Salvador (#287) - 34 pontos 

5º - Matheus Karch (#204) - 33 pontos 

 

E2 

1º – Gabriel Soares (#7 - Honda Racing) – 50 pontos 

2º – Patrik Capila (#33 - Edgers Factory Team) – 44 pontos 

3º – Gustavo Pellin (#44 - Beta) - 38 pontos 

4º - Felipe Legarrea (#29 - KTM) - 38 pontos 

5º – Alexandre Valadares (#192 – Equipe Q4) - 32 pontos 

 

E3 

1º - Vinicius Calafati (#32- Honda Racing) – 47 pontos 

2º - Rômulo Bottrel (#22 - KTM) – 47 pontos 

3º - Vitor Garcia (#51- Beta) - 40 pontos 

4º - Cassio Moreto (#366) - 36 pontos 

5º - Diogo Lazzari (#900 – VM Racing) - 31 pontos 

 

EJ 

1º - Nicolás Rodriguez (#4 - Edgers Factory Team) - 50 pontos 

2º - Gabriel Bruning (#50) - 40 pontos 

3º - Murilo Caipirinha (#12 - KTM) - 40 pontos 

4º - Gabriel Mattos (#86 - Edgers Factory Team) - 38 pontos 

5º - Caio Carneiro (# 52) - 34 pontos 

 

E4 

1º – Tiago Wernersbach (#41 - Edgers Factory Team) – 50 pontos 

2º – Fernando Pereira (#14 - MXF) - 44 pontos 

3º – Charles Baron (#841) - 40 pontos 

4º - Lucas Arpini (#58) - 36 pontos 

5º - Alonso Brandt (#47) - 31 pontos 

 

E35 

1º - Nielsen Bueno (#35 – PowerHusk) – 50 pontos 

2º - Humberto Cadori Filho (#5 – KTM) – 44 pontos 

3º - Aloísio de Assis Filho (#182 – Equipe Q4) – 40 pontos 

4º - Mauricio Sedei (#82 0 VM Racing) – 36 pontos 

5º - Mauricio Rizzon – (#31) 

 

E40 

1º - Adriano de Ávila (#135 – Equipe Q4) – 50 pontos 

2º - Jose Mario da Fonseca (#543 – WM Racing) – 44 pontos 

3º - Rodrigo Lopes da Solva (#559) – 40 pontos 

4º - Fabio Santini (#525) – 34 pontos 

5º Paulo Henrique Silva (#978) – 31 pontos 

 

E45 

1º - Orlei Antonio Brazaca (#621) – 50 pontos 

2º - Fernando Mauri Spindler (#38 – KTM) – 40 pontos 

3º - Fabiano Ribeiro (#75) – 40 pontos 

4º - Laurindo Zatorski Filho – (#17) – 40 pontos 

5º - Fabio Bizarria (#514 - FTWO) – 32 pontos 

 

E50 

1º - Levi Tesch (#333 - Lekker) – 50 pontos 

2º - Vilson Pezzini (#125) – 44 pontos 

3º - Douglas Alan Silva (#656) – 38 pontos 

4º - Fabio Manoel de Souza Pontes (#656) – 38 pontos 

5º - Lirio Leite (#60) – 32 pontos 

 

E230 

1º - Luciano Rocha (#94 Edgers Factory Team) – 50 pontos 

2º - Eduardo Tummler (# 160) – 44 pontos 

3º - Matheus Viana (#582) – 40 pontos 

4º - Junior Andre Marchesan (#273) – 36 pontos 

5º - Marcelo Francisco Beato (#795) – pontos 

 

EAmadora 

1º - Fabrício Theiss (#131 – KTM) – 50 pontos 

2º - Mauricio Quadros (#392) – 44 pontos 

3º - Renan Baier (#115) – 40 pontos 

4º - Leandro Junior Batisti (#377) – 36 pontos 

5º - Stevan Pedott (#15) – 32 pontos 

 

O Campeonato Brasileiro de Enduro tem etapa prevista para os dias 10, 11 e 12 de outubro, em que a proposta é fazer a prova dentro de uma fazenda no Município de Santa Cruz de Goiás (GO), cidade a 131 quilômetros da capital, Goiânia. Tudo dentro das normas preventivas do Covid-19. Já foram protocolados todos os pedidos e autorizações sanitárias. 

 

O Campeonato Brasileiro de Enduro 2020 é patrocinado por Honda, coopatrocinado por IMS e conta com o apoio de: MXF MotorsBeta Brasil, Borilli, bLU cRU Yamaha, Airoh HelmetMotorexMotul, Edgers, Race TechSig Visual, Parts 57, MR Pro Braces, Tech Ride, DYVA, BMP, Circiut EquipamentDirt Racing, BMS, GalferRTechAll BallsWossnerJeri Adventure Ride, Brasil Moto Tour, Receptivo Itália, Adven Tour Brasil, Freeride Spirit e Planetour agência de viagens. 

foto

Autor:Imprensa CBE

Comentários :0

Deixe seu comentário