BRASILEIRO DE ENDURO FIM

Foto
Crédito: Fred Mancini

Bruno Crivilin supera Luis Oliveira na última especial e garante vitória em Minas Gerais


Bruno Crivilin


A segunda rodada do Brasileiro de Enduro FIM, realizada no fim de semana em Patrocínio (MG), foi marcada pelo equilíbrio. Bruno Crivilin (Orange BH KTM Racing) e Luis Oliveira (Yamaha O2 BH Racing) lutaram pela vitória na categoria Enduro GP (Geral) com cada um liderando um dos dias. No fim, com uma virada na última especial, o capixaba superou o português por poucos segundos e garantiu o topo do pódio.
 


Luis Oliveira


Além de vencer na geral, Crivilin faturou a E1, mas, assim como na classe principal, começou o evento sendo superado por Gabriel Soares, o Tomate (Honda Racing) no primeiro dia. "Sábado entrei meio desconcentrado, andei forte em algumas especiais e acabei cometendo muitos erros durante o dia. Tive uma boa conversa com minha equipe e no domingo entrei mais focado e concentrado. Consegui imprimir um bom ritmo durante toda a prova e consegui a vitória na E1 e na Enduro GP", avaliou Crivilin que em breve estará competindo na Europa. "Tenho agora mais uma semana para finalizar a preparação e embarcar para duas etapas do Mundial, onde espero representar muito bem nosso país", explicou o piloto que antes da prova visitou escolas da região. "Foi emocionante ver as crianças vibrando pelo nosso esporte, eu nunca poderia imaginar essa recepção tão especial. Muita gente veio torcer por nós na corrida, espero que surja algum novo piloto depois da iniciativa", completou o líder do campeonato.
 


Rômulo Bottrel


Diferente dos últimos anos, quando a prova mineira foi marcada basicamente por trilhas travadas e com muitas pedras, neste ano o percurso foi mais variado apresentando trechos velozes e de certa forma surpreendentes como um Enduro Teste em terreno arenoso. As características agradaram Tomate que liderou a E1 no sábado. "O circuito tinha algumas especiais (trechos cronometrados) bem rápidas, o que me favoreceu, já que eu venho do motocross. Aproveitei isso ao máximo", explicou o mineiro que acabou em segundo no domingo e na soma do fim de semana.
 


Patrik Capila


Pela E2, Luis Oliveira liderou os dois dias. "Consegui andar muito bem no sábado e conquistei a vitória na minha categoria e na Geral. No domingo também vinha imprimindo um bom ritmo e mantive a liderança durante (quase) toda a prova. Mas antes da última especial, em uma pista de motocross, começou a chover muito e ficou muito liso. Acabei caindo e com isso perdi a liderança na Geral, mas ainda consegui a vitória na E2. Não estou feliz com o resultado, pois sei que poderia ter sido melhor", avaliou o português. A briga pela segunda posição ficou entre Júlio Ferreira (Honda Racing) e Vinícius Calafati (Orange BH KTM Racing). Após começar em desvantagem, Calafati garantiu a posição com o melhor desempenho no dia decisivo.
 


Maiara Basso


Mesmo ainda fora da melhor forma devido a uma lesão no início do ano, Rômulo Bottrel (Yamaha O2 BH Racing) dominou a E3, seguido por Felipe Carlette e Felipe Legarrea. "Gostei bastante do meu ritmo, principalmente levando em conta que ainda não estou 100% recuperado. Tentei garantir minha categoria e deu certo, foram mais duas importantes vitórias no campeonato", comentou Bottrel que segue invicto no campeonato. 
 


Pódio da E40, vencida por Cassiano Tebaldi


Quem também segue invicto é o seu companheiro de equipe, Patrik Capila, que ganhou os dois dias na EJúnior. "Andei bem durante todo o fim de semana, mas poderia ter evitado alguns erros bobos e ter um resultado ainda melhor", comentou o piloto que na segunda-feira seguiu pra Europa onde vai disputar três provas: uma do Campeonato Português e duas do Mundial. "Essa experiência vai ser muito importante e pretendo chegar ainda mais forte pra Biguaçu", completou o capixaba. 
 


Tiago Wernersbach


Na categoria EFeminina, Maiara Basso (KTM Sacramento) também manteve a invencibilidade. "Foi uma corrida bem legal, com três especiais bem diferentes uma da outra. Uma era pista de motocross, com alguns tocos, outra no meio dos eucaliptos, com troncos e buracos para passar, muito boa para andar, e a terceira de areia bem pesada, difícil e bem técnica", comentou a gaúcha. "Foi uma corrida bem legal, me diverti bastante. Foram 63 quilômetros em cada volta e no deslocamento tinha um pouco de pedra, então foi um pouco desgastante. Mas estou muito bem fisicamente e muito feliz por vencer mais uma etapa", finalizou a piloto que também é líder do Brasileiro de Motocross e do Brasileiro de Velocross com sua KTM 250 SX-F. 
 


Nielsen Bueno


Outro piloto da KTM Sacramento que segue com 100% de aproveitamento na temporada é Cassiano Tebaldi, líder da E40, que também gostou bastante das trilhas. "A prova foi muito legal. Patrocínio é conhecida pelos terrenos com muitas pedras, mas esse ano fizeram diferente com uma pista de motocross e uma especial inédita na areia, curti muito", disse o gaúcho. "Sábado venci com um resultado apertado e no domingo cometi um erro tendo que recuperar tempo com a pista molhada, mas coloquei um bom ritmo e finalizei com a vitória", completou o veterano que acelera uma KTM 350 EXC-F.
 


Gabriel Tomate


Outros quatro pilotos tiveram vitórias dominantes em Patrocínio: Tiago Wernersbach na E4, Nielsen Bueno na E35, Marcos Benvenutti na E50 e Gabriel Bellaver na EAmador. Já pela classe E45, Pélmio Simões venceu a rodada mesmo tendo a invencibilidade quebrada no domingo, quando Frederico Garcia foi o mais rápido.
 


Júlio Ferreira


A terceira etapa da temporada será realizada nos dias 19 e 20 de maio em Biguaçu (SC).    

Resultados da etapa de Patrocínio (soma dos dois dias) 

Enduro GP 

1 - Bruno Crivilin - 45 pontos 
2 - Luis Oliveira - 45 pontos 
3 - Gabriel Soares - 44 pontos 
4 - Patrik Capila - 34 pontos 
5 - Júlio Ferreira - 32 pontos 

E1
1 - Bruno Crivilin - 47 pontos 
2 - Gabriel Soares - 47 pontos 
3 - Nicolás Rodriguez - 40 pontos 
4 - Diego Colett - 36 pontos 
  
E2 
1 - Luis Oliveira - 50 pontos 
2 - Vinícius Calafati - 42 pontos 
3 - Júlio Ferreira - 42 pontos 
4 - Gustavo Pellin - 36 pontos 
5 - Victor Miranda - 32 pontos 
  
E3 
1 - Rômulo Bottrel - 50 pontos 
2 - Felipe Carlette - 44 pontos 
3 - Felipe Legarrea - 38 pontos 
4 - Rigor Rico - 38 pontos 
5 - Ripi Galileu - 32 pontos 
  
E4 
1 - Tiago Wernersbach - 50 pontos 
2 - Marcos Vinícius Souza - 42 pontos 
3 - Fernando Pereira - 36 pontos 
4 - Anderson da Luz - 35 pontos 
5 - Vitor Garcia - 30 pontos 
  
EJúnior 
1 - Patrik Capila - 50 pontos 
2 - Vinícius de Sá - 44 pontos 
3 - Washington Pereira - 38 pontos 
4 - Bernardo Barreto - 34 pontos 
5 - Willian Lauers - 20 pontos 
  
EFeminina 
1 - Maiara Basso - 50 pontos 
2 - Bárbara Neves - 44 pontos 
3 - Tainá Aguiar  - 40 pontos 
4 - Marcely Cazadini - 34 pontos 
5 - Livia Batistine - 34 pontos 
  
E35 
1 - Nielsen Bueno - 50 pontos 
2 - Diogo Resende - 44 pontos 
3 - Anderson Vieira - 40 pontos 
4 - Vinicius Moraes - 36 pontos 
5 - Igor Reolon - 32 pontos 
  
E40 
1 - Cassiano Tebaldi - 50 pontos 
2 - Fernando Teixeira - 44 pontos 
3 - Willian Meneses - 40 pontos 
4 - Adriano de Ávila - 36 pontos 
5 - Cristian Aguiar - 32 pontos 
  
E45 
1 - Pélmio Simões - 47 pontos 
2 - Frederico Garcia - 43 pontos 
3 - Laurindo Filho - 42 pontos 
4 - Rodrigo Alcy - 36 pontos 
5 - Maurício Fernandes - 34 pontos 
  
E50 
1 - Marcos Benvenutti - 50 pontos 
2 - Antônio Abreu - 40 pontos 
3 - Romeu Enrich - 40 pontos 
4 - Marcos dos Reis - 40 pontos 
5 - Milton Coelho - 32 pontos 
  
EAmador 
1 - Gabriel Bellaver - 50 pontos 
2 - Agenor dos Santos - 42 pontos 
3 - João Paulo Marcorio - 36 pontos 
4 - Roberto Theodoro - 36 pontos 
5 - Luiz Carlos Natale - 29 pontos 

Classificação do campeonato após duas etapas 

Enduro GP 

1 - Bruno Crivilin - 95 pontos 
2 - Luis Oliveira - 89 pontos 
3 - Gabriel Soares - 75 pontos 
4 - Patrik Capila - 68 pontos 
5 - Júlio Ferreira - 66 pontos 
  
E1 
1 - Bruno Crivilin - 97 pontos 
2 - Gabriel Soares - 91 pontos 
3 - Nicolás Rodriguez - 80 pontos 
4 - Diego Colett - 72 pontos 
5 - Willian Palandi - 32 pontos 
  
E2 
1 - Luis Oliveira - 100 pontos 
2 - Júlio Ferreira - 84 pontos 
3 - Vinícius Calafati - 84 pontos 
4 - Gustavo Pellin - 70 pontos 
5 - Victor Miranda - 66 pontos 
  
E3 
1 - Rômulo Bottrel - 100 pontos 
2 - Felipe Carlette - 86 pontos 
3 - Felipe Legarrea - 78 pontos 
4 - Rodrigo Corsi - 66 pontos 
5 - Rigor Rico - 38 pontos 
  
E4 
1 - Tiago Wernersbach - 97 pontos 
2 - Marcos Vinícius Souza - 89 pontos 
3 - Anderson da Luz - 73 pontos 
4 - Fernando Pereira - 67 pontos 
5 - Ronald Santi - 60 pontos 
  
EJúnior 
1 - Patrik Capila - 100 pontos 
2 - Vinícius de Sá - 84 pontos 
3 - Washington Pereira - 78 pontos 
4 - Willian Lauers - 60 pontos 
5 - Bernardo Barreto - 34 pontos 
  
EFeminina 
1 - Maiara Basso - 100 pontos 
2 - Bárbara Neves - 84 pontos 
3 - Tainá Aguiar - 76 pontos 
4 - Marcely Cazadini - 66 pontos 
5 - Livia Batistine - 64 pontos 
  
E35 
1 - Nielsen Bueno - 100 pontos 
2 - Diogo Resende - 88 pontos 
3 - Anderson Vieira - 80 pontos 
4 - André Barbosa - 66 pontos 
5 - Igor Reolon - 64 pontos 
  
E40 
1 - Cassiano Tebaldi - 100 pontos 
2 - Adriano de Ávila - 80 pontos 
3 - Fernando Teixeira de Carvalho - 44 pontos 
4 - Fernando Teixeira - 40 pontos 
5 - Willian Meneses - 40 pontos 
 
E45 
1 - Pélmio Simões - 97 pontos 
2 - Laurindo Filho - 84 pontos 
3 - Maurício Fernandes - 70 pontos 
4 - Rodrigo Alcy - 68 pontos 
5 - Frederico Garcia - 43 pontos 
  
E50 
1 - Marcos Benvenutti - 86 pontos 
2 - Romeu Enrich - 78 pontos 
3 - Fabio Campos - 50 pontos 
4 - Manuel Francisco - 44 pontos 
5 - Antonio de Abreu - 40 pontos 
  
EAmador 
1 - Gabriel Bellaver - 100 pontos 
2 - Roberto Theodoro - 80 pontos 
3 - Lucas Colombo - 63 pontos 
4 - Agenor dos Santos - 62 pontos 
5 - Leonardo Tamburro - 49 pontos

O Brasileiro de Enduro FIM 2018 é patrocinado por Rinaldi, Yamaha, ASW, Tech Ride, Edgers, MR Pro Braces, Jeri Aventure Ride, KTM Sacramento, O2BH Yamaha, Motorex e Sig Visual.

foto

Autor:MotoX

Comentários :0

Deixe seu comentário